Nov
8

Loja: um meio de expressão de marca

By Nomina Design  //  colunas, World Fashion + Varejo  //  Comments Off on Loja: um meio de expressão de marca

Um importante meio de expressão da marca é a loja. Nela são transmitidas a missão e a visão de uma marca, enfim, o seu DNA. Sua longevidade está intimamente ligada à equação entre seus valores construídos no passado com as ideias visionárias e ao entendimento dos desejos e das necessidades de uma sociedade contemporânea. E é aqui que entram as tendências. Na edição anterior, identifiquei e interpretei importantes tendências apresentadas na Euroshop 2011: os RE’s: REusar, REciclar, REnovar, REeditar, REpensar. Muito além de uma tendência, eles se configuram como uma atitude! Algumas empresas como a Timberland e a Aesop, por exemplo, já utilizam materiais reciclados em seus mobiliários, displays e arquitetura.

Loja da Timberland em Estocolmo, Suécia

Detalhe da australiana Aesop, que reutilizou cerca de 7.500 de seus icônicos frascos.

Já o REnovar está relacionado à tendência muito vista nos últimos tempos onde lojas se deslocam para bairros antes não comerciais e ocupam prédios antigos. A novidade é que ao invés de reconstruir, preservam sua história e dão novos valores para o local.

Tradicionalmente na Rive Droite, em Paris, a Hermès inaugurou, no final do ano passado, sua nova loja na Rive Gauche, no 17 Rue de Sèvres. Não somente um novo endereço para os exclusivos produtos, o espaço de 2.155 m2 abriga também a primeira coleção de móveis da marca, uma floricultura, uma livraria e uma sala de chá.

Construída 1935, a legendária piscina estilo art déco do Hôtel Lutetia foi reformulada pela agência RDAI (Rena Dumas Architecture Intèrieure).

Muitos elementos decorativos do local foram preservados e restaurados. E a memória do local inspirou na criação de novas formas e na composição cromática. A piscina foi coberta por uma laje de cimento e sua superfície original foi a referência para o novo revestimento composto por um mosaico cerâmico mate e pastilhas de vidro de tamanhos variados nos tons de cinza, azul, branco e ouro. A mistura de cores e o efeito do fosco e do brilho sugerem o movimento e os reflexos das águas.

O movimento fluido da água aparece em três “cabanas” que atingem 9 m de altura, no espaço de três andares. As “cabanas” construídas em ripas de madeira trançadas criam ambientes nômades transparentes. No mesmo material e também na forma orgânica, os guarda-corpos, junto com os corrimãos, revestidos em couro serpenteiam a escada de granito de 4m de largura que levam ao piso térreo.

A iluminação teve atenção especial. Durante o dia, a luz natural banha a loja através das imensas clarabóias no teto e as “cabanas” são iluminadas por dentro, criando um efeito de lanternas. Durante a noite, um sistema sofisticado de iluminação reflete uma luz âmbar no teto trazendo à memória o clima daquela era.

O store design reforça os valores da marca, e dentro das novas tendências, preserva e valoriza a história local que ainda temos para contar.

Fotos: Divulgação e Noemi Saga (Timberland)

Por Noemi Saga, diretora de criação da Nomina Design.
Esse texto foi publicado na edição 134 da revista World Fashion + Varejo, na coluna + Sua loja.

Comments are closed.